PROFISSÃO LEGAL

PROFISSÃO LEGAL

ESTAR BEM COM FISIOTERAPIA

SUA SAÚDE EM BOAS MÃOS
ESTE SITE ESPALHA UMA VIDA MELHOR!



domingo, 3 de julho de 2016

INVERNO! DOR E FRIO NÃO COMBINAM


O clima frio é um problema sério para quem sofre de algumas doenças crônicas. O Inverno está aí e para muita gente, pode trazer e ou acentuar problemas como dores na coluna, problemas de artrite, artrose, gota, LER, Dort, osteoporose, ciatalgia, hérnia de disco e fibromialgia, as gripes e resfriados e suas respectivas dores no corpo; quando a temperatura cai, quem tem dores crônicas costuma relatar que a intensidade aumenta. O fato é que no frio as terminações nervosas tornam-se bem mais sensíveis. Queixas de desconforto nos ossos, articulações e músculos são muito comuns nos consultórios e as pessoas admitem que ficam sem disposição para a atividade física quando faz frio, o que é um erro para a saúde; encolher-se na tentativa de se aquecer gera tensão muscular e conseqüentemente contraturas musculares que logo desencadearão dores e mal estar pelo corpo, principalmente na região dos ombros, pescoço e coluna.
Nada como permanecer parado em frente a uma lareira bem quentinha... mas essa não é a melhor opção para sentir-se melhor no inverno, portanto, vamos nos MEXER!!!! impedindo que o corpo enferruje nesta estação do ano. O exercício mexe com a musculatura e contribui para o bombeamento do sangue para as extremidades.
Antes de fazer qualquer exercício físico, o alongamento é essencial e no frio, sua importância é crucial para mobilizar ossos, músculos e nervos para que o sistema locomotor funcione plenamente e com toda a facilidade. O ideal é fazer alongamento pelo menos uma vez ao dia, todos os dias. Cada movimento, convém ser repetido três ou quatro vezes. No caso do alongamento ser praticado antes e depois da prática esportiva, é recomendável que a sessão dure cerca de dez minutos.


Pela manhã

Ainda na cama, estique bem os calcanhares, levando os dedos dos pés em direção às canelas para alongar a panturrilha ('batata' da perna) e evitar câimbras. Em seguida, faça movimentos com os pés como se acelerasse e desacelerasse o carro – esse exercício contribui para o bombeamento do sangue para as extremidades.


Para movimentar e aquecer as mãos

Sentado em posição confortável ou mesmo em pé, deixe a palma de uma das mãos virada para cima. Com o polegar da outra mão massageie a região do punho com movimentos circulares. Inverta as mãos.


Para movimentar e aquecer pés e pernas
Em pé, deixe os pés virados para frente, paralelos. Suba na ponta dos pés, volte aos calcanhares, mas sem tocar o chão. Faça o movimento como se tivesse duas molas embaixo dos calcanhares. Repita algumas vezes aumentando o ritmo.


Hidroterapia: utiliza técnicas da fisioterapia em piscina aquecida e é excelente para idosos e portadores de dores ósseas, articulares e musculares.

Massagens ajudam a estimular a circulação e a “destravar” a musculatura enrijecida, aliviando as dores. Para quem sente dores crônicas, o ideal é fazer sessões semanais.

Bolsas de água quente ou ducha morna no banho podem trazer alívio imediato para dores musculares e desconfortos provocados por artrose, artrite e fibromialgia, pode –se utilizar aplicação local de calor que estimula a circulação e relaxa a musculatura.


FISIOTERAPIA: Quem tem muitas dores com o frio ou doenças ósseas degenerativas, pode recorrer à sessões de FISIOTERAPIA e ACUPUNTURA como estratégia para aliviar o incômodo.

Insônia e a Acupuntura

Insônia é uma queixa de sono muito comum, sendo descrita pela Sociedade Brasileira de Sono, como dificuldade em iniciar e/ou manter o sono, presença de sono não reparador, ou seja, insuficiente para manter uma boa qualidade de alerta e bem-es¬tar físico e mental durante o dia, com o comprome¬timento conseqüente do desempenho nas atividades diurnas. A insônia pode estar relacionada com uma causa específica: ansiedade, depressão, estresse, dor muscular e/ou articular (artrite, por exemplo), uso de medicamentos, ambiente inadequado (muito ba¬rulho, local quente demais, colchão ruim, claridade excessiva) etc. Nos casos em que não se relaciona com um fator causal mais evidente, é tida como insônia primária, aquela sem causa bem definida. Pode ser um quadro passageiro, relacionado com algum fato recente, que geralmente melhora espontaneamente. Na insônia crônica, de longa duração, observam-se mais sintomas cogniti-vos e alteração do humor, irritabilidade, redução do desempenho acadêmico e profissional, redução da concentração e da memória. Além do que, a insônia e a fadiga aumentam significativamente o risco de acidentes de trabalho, domésticos e de trânsito. A Medicina Tradicional Chinesa (MTC) pos¬sui uma visão bastante diferenciada do corpo humano, de todas as suas relações com o meio externo e consigo mesmo. As doenças são interpretadas como sendo causadas, principalmente, por fatores externos e fa¬tores internos, fatores estes que impedem o funciona¬mento adequado dos Órgãos e Vísceras (Zang Fu) e a circulação de Qi e de Sangue (Xue) pelo corpo, prin-cipalmente através dos Canais e Colaterais (Jing Luo), onde estão localizados os pontos de acupuntura. A acupuntura e suas variantes, como acupun¬tura auricular e acupuntura craniana, têm sido em¬pregadas com grande freqüência para o tratamen¬to de insônia, por parte dos praticantes de MTC, sendo que diversos estudos recentes sugerem que a acupuntura pode controlar o sistema nervoso au-tônomo, além de estudos que demonstram que pontos específicos de acupuntura, principalmente aqueles que atuam diretamente no Coração (Xin), têm a capacidade de reduzir as atividades simpá¬ticas. Além de atuar com técnicas específicas de punturamento o terapeuta pode-se utilizar de outros recursos no tratamento da Insônia, como massagens relaxantes associadas á aromaterapia e ao calor como no caso da Massagem com Pindas Chinesas e ou massagens Indianas como a Shiro abhyanga (massagem na cabeça) com o objetivo de promover um intenso relaxamento muscular e tensional do indivíduo; levando o organismo à busca do sono profundo e reparador.